Menu
  • galeria@zildafraletti.com.br
  • + 55 41 3026-5999 + 55 41 99164-2882
  • Zilda Fraletti

    Av. Batel, 1750 – lojas 08, 10 e 12

    Design Center – Batel

    CEP: 80.420-090

    Curitiba – PR – Brasil

  • galeria@zildafraletti.com.br
  • + 55 41 3026-5999 + 55 41 99164-2882
  • Zilda Fraletti

    Av. Batel, 1750 – lojas 08, 10 e 12

    Design Center – Batel

    CEP: 80.420-090

    Curitiba – PR – Brasil

Mariana Canet

Fotografias Mariana Canet refletem e refratam a realidade. As ondas de luz dobrar à medida que passam em diferentes meios em que a energia viaja a uma velocidade distinta, causando refracção. Em suas fotos o real se reflete ao mesmo tempo, reproduzida, distorcida, desviado, dobra-se sobre si mesmo. Desta forma, Mariana Canet mostra em cada uma das imagens, a realidade em formas diferentes, como o verdadeiro diversifica si. O artista deixa a reflexão aberta se o que vemos é de fato a realidade. O incentivo à liberdade de criar e de perceber assuntos, o mundo e até a própria vida sem limite é mostrado no trabalho Mariana Canet '. Mariana Canet, muitas vezes vê o transcendente, fotografando uma parte do todo, por exemplo, quando a captura de reflexões sobre a água. Desta forma, sua imaginação vai além de infinitas possibilidades. Suas fotografias revelam o infinito, o indefinido, sem solução, vaga que não pode ser expresso em palavras. Suas fotografias não são apenas fotografias mas a arte em si. Mariana Canet prova que a fotografia e a arte andam de mãos dadas fazendo parte de sua vida cotidiana. Mariana Canet desejo é mostrar com seu trabalho que a realidade nunca é visto totalmente. Tudo o que vemos é sempre parte do todo que está aberto a múltiplas interpretações. Qual é a sua? O fotógrafo brasileiro Mariana Canet tem um mestrado em Marketing e graduado em Negócios. Ela começou sua carreira profissional trabalhando em Marketing, mas, felizmente, decidiu perseguir seu sonho em Fotografia. Depois de tirar algumas fotos documentais no Camboja, Siri Lanka, Vietnã e Laos, Mariana percebeu que fotografar o abstrato, indefinido e ilimitado é a sua verdadeira paixão.